Por: Vinicius Zart

CREF: 014991 - G/RS

Coach e CEO ZartFit

30 de agosto de 2015

6 min. de leitura

234 compart.

Se você está pensando em praticar algum esporte ou iniciar uma rotina de exercícios, ou até mesmo já está praticando e não fez uma avaliação médica ainda, você deve providenciar esse procedimento.

Essa avaliação serve para revisar a saúde como um todo, e o mais importante seria uma avaliação cardiológica, avaliação da pressão arterial e do sangue.

O objetivo é identificar possíveis doenças crônicas ou alterações sanguíneas,  hormonais, entre outras.

Tendo ciência de alguma doença ou alteração, é possível organizar um treinamento físico para atenuar esses problemas.

Na verdade, dependendo da doença e nível de agravamento, o treinamento é obrigado a ser prescrito e conduzido de uma maneira diferente.

Muitas vezes, é possível que você faça os mesmos ou quase os mesmos exercícios e esportes, porém as variáveis do treinamento, como duração,  intensidade e intervalos sofrem alterações, comparado a um indivíduo saudável.

Para o caso de algumas doenças,  as variáveis iniciais são diferentes e também a forma de progressão do treinamento, portanto, se você não fizer a avaliação para identificar alguma alteração, pode estar fazendo algo que não deveria.

Se você já faz periodicamente revisões gerais de saúde e está tudo bem, não apresenta nenhuma doença crônica ou outro tipo de alteração, ótimo, não será necessário fazer uma avaliação especialmente para iniciar os exercícios.

Agora, se a sua última revisão já faz mais de 1 ano, seria bem importante para o médico avaliar se você está apto a realizar um esforço físico.

Avaliação  Médica – Principais Exames

  • Avaliação Cardiológica

Avaliação Médica para Atividade Física

O coração é responsável por bombear o sangue rico em nutrientes e oxigênio para todo o nosso corpo.

Para dar conta dessa tarefa ele se contrai e relaxa cerca de 110 mil vezes por dia.

No caso de uma arritmia acentuada (contrações irregulares), insuficiência cardíaca (contrações comprometidas) ou outra alteração, deve ser dada a devida atenção, tanto nas atividades diárias como esportivas, devido a magnitude da atividade cardíaca e a importância da sua função.

Normalmente se faz um eletrocardiograma de repouso e/ou de esforço para avaliar a atividade elétrica do coração, sua contração (sístole) e seu relaxamento (diástole).

Se o médico julgar necessário, conforme o histórico de saúde e resultados do eletro, ele pode solicitar exames complementares para avaliar o seu funcionamento.

  • Pressão Arterial

Avaliação Médica para Atividade Física

A pressão arterial é a pressão que o sangue exerce nos vasos quando o coração o está bombeando para todo o corpo.

Os valores variam muito ao longo do dia, conforme esforço físico, stress e emoções.

Mas, para um indivíduo adulto jovem, no estado de repouso, é considerado normal 120/80 mmhg.

A elevação crônica da pressão arterial (hipertensão) é um fator de maior preocupação, pois faz com que o coração tenha que exercer um maior esforço para fazer circular o sangue através dos vasos.

A hipertensão pode levar a um acidente vascular cerebral (AVC) – entupimento ou rompimentos dos vasos sanguíneos cerebrais -, infarto agudo do miocárdio (IAM) – morte de parte do músculo cardíaco – e diversas outras alterações graves.

É importante a verificação da pressão arterial esporadicamente, pois a sua elevação é assintomática e indolor, ou seja, geralmente a pessoa não sente nada, somente em algum desses eventos mais graves citados.

O treinamento físico também é diferenciado para indivíduos com alteração na pressão arterial, portanto, se você não fizer uma avaliação médica ou pelo menos verificações regulares da pressão arterial, não terá como saber sua atual situação.

  • Exame de Sangue Completo

Avaliação Médica para Atividade Física

O exame de sangue é um exame básico, que certamente você já fez.

Mas, como nele podem ser detectadas uma série de coisas que se modificam rapidamente, se já tiver completado mais de 1 ano que você não examina, também deveria fazer.

As análises básicas e mais importantes em termos gerais de saúde são os níveis de colesterol, a taxa de glicose, alguns hormônios, a presença de algum vírus ou bactéria, análises celulares, entre outros.

A partir desses resultados, é possível detectar uma série de doenças, como diabetes e hipotireoidismo, quadros de anemia, infecções, hemorragia e outros, para citar apenas os mais comuns.

Conclusão

Os exames e aspectos sugeridos para análise em uma avaliação médica são os mais comuns, que dão uma visão geral de saúde.

Porém, conforme o histórico de saúde de cada pessoa, hábitos diários, idade, histórico familiar, entre outros fatores, podem ser solicitados outros exames específicos e complementares.

O importante é fazer uma avaliação médica antes de iniciar uma rotina de exercícios, e também revisões anuais, para poder direcionar melhor o seu treinamento em termos de segurança e resultados positivos para a melhoria da saúde como um todo.

Cuide-se!

Deixe sua opinião: